Esqueci minha senha  |  Cadastre-se
 
Equipe Imprensa Contato
 
Especial
Guia Folia 2019
Carnaval São João del-Rei
naVIP
Guia Fest
Minas Descontos
Canais
Fotos de Festas e Eventos
Colunas
Venda de Ingressos
Notícias
Guia Comercial
Academias
Advogados
Alarmes
Aluguel Temporada
Artesanatos
Bares e Restaurantes
Buffet
Cursos Preparatórios
Escola de Idiomas
Esporte e Lazer
Floriculturas
Hotéis e Pousadas
Imobiliárias
Informática
Motéis
Móveis e Decoração
Portas e Janelas
Psicologia Clínica - Hipnose
Restaurantes
Sorveterias
Supermercados
Universitário
As Repúblicas de SJDR
Vagas em Repúblicas
Serviços
Criação de Sites
Hospedagem de Sites
Coberturas de Festas
Estrutura para Eventos
Casting de Bandas
Casting de DJ´s
Impressos em Geral
 
 
Tiradentes exibe nesta quinta-feira outros dois títulos da Mostra Aurora
Data: 28/01/16
A 19ª Mostra de Cinema de Tiradentes vai se aproximando do final, trazendo, nesta quinta-feira, uma programação de filmes e de encontros que continuam agitando a cidade histórica. O dia será quase inteiramente dedicado aos longas-metragens, com o seguimento da Mostra Transições, às 18h30, exibindo “A Noite Escura da Alma”, de Henrique Dantas, no Cine-Tenda. Logo em seguida, mais dois títulos, ambos da Mostra Aurora: às 20h, “Banco Imobiliário”, de Miguel Antunes Ramos; às 22h, “Filme de Aborto”, de Lincoln Péricles. No Cine BNDES na Praça, às 21h, passa “Santo Daime - Império da Floresta”, de André Sampaio.
 
Mais cedo, às 15h, a Sessão Debate apresenta “Um Salve Doutor”, de Rodrigo Sousa & Sousa, seguido de um bate-papo com os realizadores. Por sua vez, os curtas-metragens continuam em exibição, com a Mostra Panorama – Série 4 às 17h, no Cine-Tenda.
 
O BRASIL NO ESTRANGEIRO
 
No Seminário do Cinema Brasileiro, na tarde de quarta-feira, um grupo de programadores e curadores de festivais de cinema se reuniu no Cine-Teatro para conversar com o público. O tema da mesa, Estratégias de Festivais Internacionais e a Visão do Programador sobre o Cinema Brasileiro, teve por objetivo apresentar casos e experiências dos participantes na relação sempre complicada entre quem escolhe e quem exibe produções de diversos países em eventos audiovisuais.
 
O crítico argentino Roger Koza, membro da Fipresci (associação internacional de críticos), revelou sua surpresa em não ter visto filmes como “Branco Sai Preto Fica”, de Adirley Queirós, e “A Vizinhança do Tigre”, de Affonso Uchôa, circulando por festivais internacionais. Os dois longas foram exibidos na Mostra de Tiradentes em 2014.
 
“Se filmes como estes não tiveram a repercussão que deveriam ter fora do país, então existe algum erro de percepção ou de comunicação em como estão olhando para o cinema brasileiro, e precisamos parar e pensar sobre isso”, comentou. Ele acredita que os curadores precisam estar atentos ao que veem, saírem dos lugares-comuns e, em alguns casos, lutar arduamente por um ou outro filme que os conquistem.
 
Eduardo Valente, assessor internacional da Ancine, comentou de situações em que produtores brasileiros buscaram exibir filmes em festivais de grande envergadura, como Cannes e Veneza, mas tinham perfil para eventos menos badalados. “Às vezes, exibir um filme em Cannes pode ser terrível”, afirmou.
 
Ele citou alguns casos em que determinados trabalhos conseguiram se destacar, caso recente de “Boi Neon”, de Gabriel Mascaro, que começou sua trajetória no Festival de Veneza em 2015 e vem recebendo atenção dentro e fora do Brasil. “Algumas estratégias de lançamento nesses festivais são muito importantes para a carreira de um filme”, completou Valente.
 
Nos debates sobre os filmes exibidos na Mostra, o Cine-Teatro tem ficado lotado todas as manhãs. Filmes das seções Transições, Aurora e Foco são discutidos diariamente, com a presença de críticos e realizadores. Na quarta-feira, na conversa sobre o longa “Aracati”, de Julia de Simone e Aline Portugal, a questão da perseguição ao vento, mostrada em cena, foi o mote da discussão. “Quando ganhamos o edital para fazer o filme, precisamos pedir para adiar as gravações, porque o vento só aparece naquele região num período específico do ano”, contou Aline.
 
No encontro sobre “Tropykaos”, de Daniel Lisboa, o diretor baiano frisou que seu maior interesse foi fazer um filme sobre um personagem fracassado e frustrado, que não consegue se conectar com Salvador, sua cidade. “Eu amo o Guima, mas sei que ele não é alguém com quem o público se identifica. Eu busquei tratar dessa figura meio à margem, que nunca dá certo e que não se ajusta com o espaço onde ele vive”, disse o cineasta.
 
Fonte: www.mostratiradentes.com.br
 
 
< voltar para notícias
 
 
Publicidade
 
Calendário
 
<<    OUTUBRO | 2019    >>
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
29 30 1 2 3
03/10/2019 - Masterclass - "Vinhos Brasileiros: O vale dos vinhedos"
4 5
05/10/2019 - Resenha dos Crias - A Festa
05/10/2019 - Inauguração Hangar Club
6 7 8 9 10 11 12
12/10/2019 - Quintal do Caribbean apresenta: Davizinho
12/10/2019 - Sunga de Pano
13
13/10/2019 - O poderoso negão - Comédia Stand Up com Thiago Carmona
14 15 16 17 18
18/10/2019 - Baile da Famosinha
19
20
20/10/2019 - Quintal da Ralé - Roda de Samba
21 22 23 24 25
25/10/2019 - Clubinho Hangar
26
26/10/2019 - Halloween da Gina
27 28 29 30 31 1 2

* passe o mouse para ver detalhes do evento
 
Cidades
São João Del Rei
 
Como chegar
História da Cidade
Pontos Turísticos
Números da Cidade
Fotos Antigas
Horários de Ônibus
Telefones ùteis
Previsão de Tempo
 
Tiradentes
 
Como chegar
História da Cidade
Pontos Turísticos
Números da Cidade
Fotos Antigas
Horários de Ônibus
Telefones ùteis
Previsão de Tempo
 
   
Publicidade
 
 
Publicidade
 
Colunistas
 
Otavio Boari
Tecnologia da Informação

- Uso da tecnologia nos esportes

 
Publicidade
 
 
 
 
Parceiros
         
Escritório Guia das Vertentes
Rua do Carmo, 73A - Centro
CEP: 36300-090 | São João Del Rei | MG
(32) 3373-3000 / 9.8846-7286