Esqueci minha senha  |  Cadastre-se
 
Equipe Imprensa Contato
 
Especial
Inverno Cultural UFSJ
Guia Folia 2018
naVIP
Guia Fest
Minas Descontos
Canais
Fotos de Festas e Eventos
Colunas
Venda de Ingressos
Notícias
Guia Comercial
Academias
Advogados
Alarmes
Aluguel Temporada
Artesanatos
Bares e Restaurantes
Buffet
Cursos Preparatórios
Escola de Idiomas
Esporte e Lazer
Floriculturas
Hotéis e Pousadas
Imobiliárias
Informática
Motéis
Móveis e Decoração
Portas e Janelas
Psicologia Clínica - Hipnose
Restaurantes
Sorveterias
Supermercados
Universitário
As Repúblicas de SJDR
Vagas em Repúblicas
Serviços
Criação de Sites
Hospedagem de Sites
Coberturas de Festas
Estrutura para Eventos
Casting de Bandas
Casting de DJ´s
Impressos em Geral
 
 
Minas é o segundo estado em certificações de origem no mercado agro
Data: 20/08/18

A demanda por produtos de qualidade e com certificação de origem, especialmente no mercado agropecuário, é uma realidade cada vez mais frequente entre os consumidores brasileiros. Diante das gôndolas de supermercados e empórios, as pessoas estão preocupadas em conhecer o histórico, a localização e o produtor do item que estão comprando.

As indicações geográficas (IGs) são ferramentas coletivas de valorização de produtos tradicionais vinculados a determinados territórios. Têm duas funções principais: agregar valor ao produto e proteger a região produtora. Elas são classificadas em duas categorias: indicação de procedência (IP) e denominação de origem (DO). A primeira se refere ao nome de um país, cidade ou região conhecida como centro de extração, produção ou fabricação de determinado produto ou de prestação de determinado serviço. A segunda, reconhece o nome de um país, cidade ou região cujo produto ou serviço tem certas características específicas graças a seu meio geográfico, incluídos fatores naturais e humanos.

ESTRATÉGIA
No Brasil, o estado com o maior número de IGs registradas é o Rio Grande do Sul, com 11, seguido por Minas, com oito. Por aqui, são sete com indicação de procedência: peças artesanais em estanho (São João Del Rei), cachaça (Salinas), queijo (Serro e Canastra), café (Serra da Mantiqueira), biscoito (São Tiago) e própolis-verde (Região da Própolis Verde de Minas Gerais, composta por vários municípios); e uma com denominação de origem: Café (Cerrado Mineiro). O Sebrae auxiliou na implantação de algumas dessas indicações geográficas e hoje segue com trabalho “pós-IGs” em cinco delas: nas duas de queijo (da Serra da Canastra e Serro), nas duas de café (Mantiqueira e Cerrado) e na de cachaça.

INVESTIMENTOS
Tarabal disse que o corte de investimentos em pesquisas anunciado pelo Governo Federal é um fator preocupante, “temos a Fundação de Desenvolvimento do Cerrado Mineiro, com equipe técnica em parceria público privada com a Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais)”. Entre as linhas de pesquisa, uma das principais é de melhoramento genético, na busca de variedades resistente a seca, a pragas, e com maior qualidade. Para desenvolvimento desses estudos foram criadas unidades demonstrativas de variedades, eleitos 17 municípios, 27 propriedades e 12 variedades, “montamos campus em cada uma das unidades e cada propriedade tem acesso a variedades mais propícias para sua microrregião”, diz Tarabal.
 
A conquista de indicação geográfica eleva regiões ao mesmo status dos mais nobres territórios demarcados do mundo, como Bordeaux e Champagne, na França (para vinhos e espumantes), ou Parma, na Itália (presuntos e queijos). Graças aos seus processos produtivos, essas regiões são amplamente reconhecidas por aqueles produtos, exclusivos e de altíssima qualidade. Desse modo, o registro de IG permite delimitar uma área geográfica, restringindo o uso de seu nome aos produtores e prestadores de serviços da região (em geral, organizados em entidades representativas).
 
O sistema de IG promove os produtos e sua herança histórico-cultural, que é intransferível. Essa herança abrange vários aspectos relevantes: área de produção definida, tipicidade e autenticidade com que os produtos são desenvolvidos, disciplina no método de produção. Isso junto garante o padrão de qualidade e confere notoriedade absoluta aos produtos. As IGs ainda ajudam na preservação da biodiversidade, do conhecimento e dos recursos naturais. E trazem contribuições bastante positivas para as economias locais e o dinamismo regional.

 

 
Fonte: Prados Online
 
 
< voltar para notícias
 
 
Publicidade
 
Calendário
 
<<    SETEMBRO | 2018    >>
Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab
26 27 28 29 30 31 1
01/09/2018 - Boteco Gourmet Lagos de Minas - Festival Gastronômico
01/09/2018 - White Sensation - Festa do Branco
2 3 4 5 6 7
07/09/2018 - Quintal da Ralé
8
08/09/2018 - Projeto Talento Brasileiros
9 10 11 12 13 14
14/09/2018 - Baile da Reunir
15
15/09/2018 - Guia Folia 2018
16 17
17/09/2018 - Palestra - Perdas Irreparáveis
18 19 20 21 22
22/09/2018 - Velório do Leitão - 3ª Edição
22/09/2018 - La CASA de FARRA - Resende Costa/MG
23 24 25 26 27 28
28/09/2018 - Tinder Fest Open Bar
29
29/09/2018 - 18ª Cervejada da Xabrão
30 1 2 3 4 5 6

* passe o mouse para ver detalhes do evento
 
Cidades
São João Del Rei
 
Como chegar
História da Cidade
Pontos Turísticos
Números da Cidade
Fotos Antigas
Horários de Ônibus
Telefones ùteis
Previsão de Tempo
 
Tiradentes
 
Como chegar
História da Cidade
Pontos Turísticos
Números da Cidade
Fotos Antigas
Horários de Ônibus
Telefones ùteis
Previsão de Tempo
 
   
Publicidade
 
 
Publicidade
 
Colunistas
 
Tiago Souza
Sociedade

- O Fim do Mundo

 
Publicidade
 
 
 
 
Parceiros
         
Escritório Guia das Vertentes
Rua do Carmo, 73A - Centro
CEP: 36300-090 | São João Del Rei | MG
(32) 3373-3000 / 9.8846-7286